x
Buscar
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Google+
Principais erros na hora de fazer um planejamento financeiro

A tão sonhada independência financeira é, quem sabe, um dos maiores objetivos da população brasileira. É por meio dela que se conquistam outras diversas metas e, claro, garante-se uma vida mais tranquila e segura. Mas, para alcançar esse patamar, é fundamental dar um grande passo antes: fazer um planejamento financeiro.

 

O planejamento financeiro pessoal é o alicerce para se conseguir maturidade na hora de cuidar do próprio dinheiro, mas é bastante comum ter dificuldades para dar início a esse projeto tão detalhista e, por que não, trabalhoso. A falta de preparação leva a alguns errinhos básicos que, se consertados, podem fazer total diferença nos resultados do dia a dia. 

 

Para quem ainda não compreende muito bem como fazer um planejamento bem estruturado, basta ler a dicas a seguir para não segui-las e, mais do que isso, para evitar problemas no futuro não apenas dos projetos pessoais, mais também dos profissionais. Venha conferir!

Erro 1: não ter objetivos financeiros

Um grande incentivo para manter as finanças pessoais organizadas é ter objetivos claros em mente. Não importa o prazo, ou o tamanho deles, é mais importante ter para onde caminhar. Definir este destino ajuda a selecionar diferentes partes do dinheiro para determinadas metas; aqui, cada pessoa terá um plano distinto, mas o essencial é defini-los para então escolher os melhores investimentos para cada meta.

 

Não escrever seus objetivos implica em não visualizá-los com clareza. O nível de detalhes, nesse processo, deve ser significativo e precisa conter informações precisas como tempo, orçamento, possíveis complicações e até a porcentagem do salário destinada às economias.

Erro 2: não acompanhar os gastos 

Quando organizados os gastos e ganhos mensais dentro de um plano financeiro, a visualização do orçamento fica muito mais fácil. É possível compreender quanto se gasta a mais e onde está de acordo com o necessário. Lembre-se de que quanto mais detalhado melhor e isso inclui os pequenos custos do dia a dia, como café da manhã, até as despesas maiores, como o aluguel.

 

Ao deixar de lado um planejamento pessoal bem estruturado, o trabalho feito é completamente perdido e não tem sentido algum. Afinal, por meio dele, cortam-se valores supérfluos, mas também existe a possibilidade de descobrir necessidades até então despercebidas.

Erro 3: não possuir uma reserva financeira de emergência 

Um fundo de garantia, sempre guardado para eventuais necessidades, como doença ou reformas, é o sonho de muitas pessoas. Para isso, no entanto, é preciso programar-se adequadamente e pode ser que leve algum tempo, visto que o ideal é ter o equivalente a 6 meses de salário.

 

Portanto, não existe segredo: é fundamental economizar um pouquinho a cada mês para compor o fundo emergencial. Uma dica é dar prioridade a ele e só depois utilizar o dinheiro para realizar seus objetivos, assim, em caso de despesas inesperadas, tudo permanece sob controle.

Erro 4: não compreender seus cartões

Quem entende esse tipo de recurso sabe que os cartões de crédito podem ser uma saída inteligente e prática em certas ocasiões mais urgentes. Pelo contrário, os juros rotativos do crédito podem afundar qualquer vida financeira saudável e comprometer um orçamento equilibrado.

 

Por esse motivo, é essencial entender como esse fluxo funciona e quais são as tarifas cobradas em seu banco, em específico. É importante ressaltar que não é preciso jogar os cartões no lixo, mas sim utilizá-los com sabedoria.

Erro 5: não cuidar bem dos seus investimentos

Ainda que se tenha ido contra a maior parte da população e alocado seu dinheiro em um investimento indicado para você, é essencial revisá-lo e, se for preciso, realocá-lo periodicamente. Isso porque, embora sua maioria possua datas de vencimento e prazos para resgate, suas aplicações às vezes podem se tornar mais ou menos vantajosas e é preciso negociar com elas.

 

A depender do tipo de objetivo a ser realizado, bem como o prazo e a quantidade investida, serão necessários também aportes adicionais no fim de certo período de tempo a fim de balancear as contas, principalmente quando falamos em carteiras mais diversificadas de investimentos.

 

Para conseguir cuidar das suas aplicações com segurança e tranquilidade, uma dia valiosa é contar com o apoio de uma consultoria especializada, que pode não apenas indicar quais os melhores caminhos a seguir, mas também faz uma análise completa dos seus investimentos.

Seu canal preferido de descontos também é um plugin!

- Instale o MeuCupom Alerta pela Chrome Store.

- Clique no ícone MeuCupom enquanto está em algum dos nossos sites parceiros e você verá todos os descontos disponíveis na loja.

- Gostou de algum desconto? Basta clicar na oferta ou copiar o código que será apresentado em tempo real, colar no seu carrinho de compras e o desconto já é seu!